Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Senhora Dança? A Mandy pelas danças da vida.

Um blog para todas as mulheres depois dos “entas” . Mulheres que, na plenitude das suas vidas, desejam celebrar a liberdade de assumirem a sua idade, as suas rugas, os seus cabelos brancos e que querem ser felizes

A Senhora Dança? A Mandy pelas danças da vida.

Dom | 23.09.18

Não importa quantos anos eu tenho.

Não importa quantos anos eu tenho. Tenho a idade em que as coisas são vistas com mais calma, mas com a intenção de continuar a crescer. Tenho os anos em que se começam a acariciar os sonhos com os dedos e as ilusões se transformam em esperança. Tenho os anos em que o amor, às vezes, é uma chama louca, ansiosa para se consumir no fogo de uma paixão desejada. E noutras, um cantinho de paz, como um pôr-do-Sol na praia. Quantos anos tenho? Não preciso escrever números, porque (...)
Sex | 21.09.18

A Idade de Ser Feliz

Existe somente uma idade para a gente ser feliz, somente uma época na vida de cada pessoa em que é possível sonhar e fazer planos e ter energia bastante para realizá-las a despeito de todas as dificuldades e obstáculos. Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente e desfrutar tudo com toda intensidade sem medo, nem culpa de sentir prazer. Fase dourada em que a gente pode criar e recriar a vida, a nossa própria imagem e semelhança e vestir-se (...)
Dom | 02.09.18

Alegria de viver

  Alegria de viver é confiar que tudo ficará bem, Mesmo quando a vida insiste em mostrar-nos o contrário. É sentir-se tranquilo, Mesmo quando a vida está de pernas para o ar, É deixar para lá as amarguras do coração, Principalmente quando provenientes do escárnio alheio. É sorrir aos sisudos e divertir-se com isso. E também chorar a mágoa reticente que insiste em ficar, sem a necessidade de esconder que alguma coisa não vai bem. É rir de si próprio e brincar consigo mesmo.
Seg | 09.07.18

Eu tenho rugas ...

Olhei para o espelho e descobri que tinha rugas, muitas, em volta dos olhos, da boca, na testa... e perguntei-me: Porque é que tenho rugas ? Eu tenho rugas porque eu tive amigos... e riamo-nos tanto, mas tanto, que chegavamos às lágrimas... Eu tenho rugas porque conheci o amor que me fez espremer os olhos de alegria... Eu tenho rugas porque amei e me preocupei, porque fiquei muitas vezes acordada para fazer amor, ler um livro ou, simplesmente a ouvir "aquelas" músicas. Eu tenho (...)
Dom | 24.06.18

Tome posse da maturidade.

Texto fantástico sobre maturidade de Ivone Boechat,  Mestre em Educação, Pedagoga, Escritora e Conferencista. A longevidade é uma bênção! Comemore! Ser maduro é um privilégio; é a última etapa da sua vida e se acha que não soube viver as outras, não perca tempo, viva muito bem esta. Não fique dizendo a toda hora: "estou velho". Velho é coisa enguiçada. "Idade não é pretexto para ninguém ficar velho". - Perdoe-se, antes de perdoar os outros. Se falhou, pediu perdão? (...)
Sab | 16.06.18

Eu não sou velha, ela disse ...

"...nada me parece tão urgente como reencontrar aquela menina e ensiná-la a descobrir o caminho de uma "bela velhice". ..." Mirian Goldebberg   Eu não sou velha, ela disse Eu sou rara Eu sou a ovação de pé no final do jogo Eu sou a retrospectiva da minha vida como arte. Eu sou as horas conectada como pontos em bom senso. Eu sou a plenitude existente, você acha que eu estou esperando para morrer, mas estou esperando para ser encontrada. Eu sou um tesouro. Eu sou um mapa, essas (...)
Seg | 11.06.18

Envelhecer

“Envelhecer é o único meio de viver muito tempo. A idade madura é aquela na qual ainda se é jovem, porém com muito mais esforço. O que mais me atormenta em relação às tolices de minha juventude, não é havê-las cometido…é sim não poder voltar a cometê-las. Envelhecer é passar da paixão para a compaixão. Muitas pessoas não chegam aos oitenta porque perdem muito tempo tentando ficar nos quarenta. Aos vinte anos reina o desejo, aos trinta reina a razão, aos quarenta o (...)
Dom | 27.05.18

Detalhes não são "mariquices" - A elegância do comportamento.

Hoje em dia a maioria das pessoas que têm acesso à informação sabe que é  uma piroseira (peruíce) usar uma blusa de “paetês”  (lantejoulas) às duas da tarde, e que é deselegante comparecer num casamento sem gravata. Os jornalistas especializados na "Arte de Saber Estar" sabem como ajudar os outros a não cometerem “gaffes” na hora de se vestir, de se comportar, ou de estar à mesa. Mas existe uma coisa difícil de ser ensinada e que, talvez por isso, seja cada vez mais (...)
Ter | 22.05.18

22 de Maio – DIA MUNDIAL DO ABRAÇO

ABRAÇO     O abraço deviam ser receitados pelo médico. Há um poder de cura no abraço que ainda desconhecemos. Abraço cura o ódio. Abraço cura o ressentimento. Abraço cura o cansaço. Abraço cura a tristeza. Quando abraçamos soltamos amarras. Esquecemos por instantes as coisas que nos têm feito perder a calma, a paz, a alma... Quando abraçamos baixamos defesas e permitimos que o outro se aproxime do nosso coração. Os abraços abrem e aconchegam os corações de uma (...)
Ter | 08.05.18

ESTAR OU NÃO ESTAR SOZINHO, EIS A QUESTÃO

Não é apenas o avanço tecnológico que marcou o inicio deste milénio. As relações afectivas também passam por profundas transformações, revolucionando o conceito de amor. O que se procura hoje é uma relação compatível com os tempos modernos, na qual exista individualidade, respeito, alegria e prazer em estar junto, e não  uma relação de dependência, em que um responsabiliza o outro pelo seu bem-estar. A ideia de uma pessoa ser o remédio para  a nossa felicidade, que (...)